Já conhece nosso MEL?

MOVIMENTO DE JUVENTUDES E ESPIRITUALIDADES LIBERTADORA


Nossas inspirações, transpirações, respirações...

Nosso processo começa neste nome...

O mel é feito das flores.

Não há mel sem flores, sem natureza.

Pra fazer o mel as abelhas visitam milhares de flores (diversidade)

e há uma troca,

elas tiram sem matar

e, ao mesmo tempo, polinizam as flores.

Sem abelha não há frutos.

As colmeias são um só ser vivo,

elas, no geral, não vivem de maneira individual.

É como se uma colmeia fosse uma só abelha.

João Paulo do Vale



Mel como algo doce que faz a gente querer de novo, que remete às abelhas e à nossa relação com a criação, interligados.

O mel como fruto de um trabalho no qual se oferece, graciosamente, o melhor. Mel é resultado da cooperação, da auto organização, são abelhas que bebem em flores e produzem o mel, elas recebem a beleza e o aroma delas e transformam isso que receberam num fruto: o mel.


É um movimento de gratidão, de receber um bem e querer reverberar, de formas diferentes, mas todos com seu gosto próprio. Saboroso, nutritivo, curativo.. Mexe com nossa infância... a minha criança sempre se alegra ao tomar mel!


Essa é a proposta do MEL. Quando vamos para o significado da sigla, nos encontramos com o MOVIMENTO, de não estarmos parados, de sermos dinâmicas, de ir e voltar, de rever o caminho, enfim... Segue para as ESPIRITUALIDADES, algo que me perpassa, me atravessa e,

Chega nas experiências LIBERTADORAS, nosso propósito maior, o que mantinha Jesus em seu horizonte de sentido, e que faz todo o sentido para mim.

Shirley Almeida


MEL é o resultado da produção das abelhas. MEL é produto de trabalho, é também produto do doce beijo da abelha na flor. Ana Ester